Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

Ponto da situação

Boas!

 

Depois da adrenalina experimentada na ida à Escola Secundária Virgílio Ferreira, voltamos de novo ao nosso trabalho que tem sido tudo menos rotineiro.

Surgem-nos diariamente tantas ideias que para as podermos aproveitar a todas temos que nos esforçar ainda mais do que o habitual.

Não é fácil conjugar tanta coisa ao mesmo tempo, damos por nós a debater três assuntos diferentes na mesma conversa, tentando sempre conciliar o ponto de vista de cada um e anotando sempre as várias opiniões que nos sugerem.

Ao longo destas semanas decidimos realizar um inquérito, cujos resultados serão, em seguida, divulgados, para conseguirmos perceber qual o conhecimento que as pessoas possuem em relação ao nosso local de trabalho, e sem sombra de dúvidas percebemos que temos muito que fazer, muito que divulgar, porque muitos desconhecem aquele local, e outros, ainda mais grave ainda, não nutrem qualquer espécie de interesse. Nós simplesmente consideramos que a “Estufa” está adormecida, aguardando alguém que a desperte e anime.

 

‘’ Assim como algo que existe, que vive mas que somente está tão no seu sítio que ninguém se dá conta que ele está ali. ‘’

 

É esta a perspectiva através da qual muitas pessoas vêm aquele espaço, perspectiva essa que queremos alterar, para que a nossa ‘’Estufa’’ passe a fazer parte do dia a dia do cidadão de Massamá.

 

Estamos cada vez mais próximos de atingirmos os nossos objectivos, tendo já começado a preparar os nossos panfletos e o nosso poster!

 

Até breve =)

sinto-me: Orientada
publicado por Andreia Andrade às 21:01

editado por Tiago Silva em 30/01/2008 às 14:11
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

Uma Aventura na Vergílio Ferreira

"A conta, por favor."
 
Foram estas as últimas palavras proferidas com descontracção. Após o término do almoço, sabíamos o que se iria passar: chegara a altura de apresentar o nosso projecto aos júris do C.C.C..
 
Saímos do restaurante em terras que nos eram relativamente desconhecidas. Avançamos um quarteirão, dois, no máximo, e encontramos a Escola Secundária com 3º Ciclo do Ensino Básico Vergílio Ferreira. Quais forasteiros, ficámos, hesitantes, em frente ao portão, até que uma voz do outro lado, um pouco alta demais e quase cantada nos gritou: "Empurrem! Está abertaaa!". Ao fazê-lo, deparámo-nos com o corpo da tal voz: pela indumentária, percebemos imediatamente que se tratava do porteiro da escola que, gentilmente, nos encaminhou para onde se realizaria o tão esperado CCC on the Road. Abrimos a porta de vidro em frente da qual fomos deixados, e deparámo-nos com uma biblioteca escolar incrivelmente moderna e estimada, com vários alunos a ler, a escrever e a utilizar os diversos computadores da divisão.  Dirigimo-nos à bibliotecária, a qual nos informou que havíamos sido os primeiros a chegar, pelo que deveríamos aguardar um pouco.
 
Sentámo-nos, no hall da biblioteca. Algo nervosos, começámos a rir demais, quase sem motivo, ansiosos pela chegada de mais alguém. A sensação de estarmos sozinhos perante o júri era realmente aterradora.
 
Um quarto de hora depois, ou até mais, apareceu um grande grupo de jovens. Pensámos que seriam uma turma da escola de visita à biblioteca. Contudo, desceram as escadas para a sala onde seriam feitas as apresentações dos projectos. Trocámos olhares entre nós e, sem dizermos uma palavra, fomos atrás.
 
E foi este o momento do primeiro choque. Uma sala enorme, comprida,  com mais de uma centena de lugares, com um palco intimidante numa das pontas! Era ali que íamos expor o nosso trabalho.
 
Não estando minimamente preparados para uma apresentação para alunos, colegas de concurso, que nos eram totalmente estranhos, arrependemo-nos de ter desejado a chegada de mais alguém...
 
Enfim, nada havia a fazer. Mal nos sentámos, foi de imediatamente solicitada a presença de um dos elementos do grupo no tal palco, para ir gravar as apresentações no computador onde iriam correr as apresentações em formato Power Point. Fui eu o "sacrificado". A sensação não podia ter sido mais constrangedora: tinha-se uma perspectiva inexplicavelmente alta da sala. Senti-me mais exposto que um manequim numa montra de uma loja.
 
Quando chegou a minha vez de gravar a nossa apresentação no computador e me identifiquei como sendo do Projecto Estufa, a sensação melhorou. Recebi, por parte do elemento do CCC que estava presente um elogio, dizendo que o nosso projecto era muito bom e interessante!
 
De regresso ao meu lugar, fui informado pelas minhas colegas que todos os participantes que ali estavam eram amigos e da mesma turma. Éramos os únicos "estranhos" ali.
 
E começaram as apresentações... Odifuturo... Odigarden...
 
"-Projecto Estufa." Por mais que as pernas nos tremessem, nada havia a fazer. Chegara a hora...
 
...e não podia ter corrido melhor! Safámo-nos lindamente, superámos, de longe, a apresentação que tínhamos feito no final do período na nossa escola! Conseguimos cativar a plateia com um à-vontade que até nos deixou surpreendidos. Ficámos super-orgulhosos e ainda mais motivados!
 
Regressámos ao lugar e ouvimos um "Parabéns" aqui, vimos um polegar no ar ali... todos pareciam ter gostado! Ouvimos as restantes apresentações com um sorriso na cara, pois era uma conquista destas que precisávamos para impulsionar o desenvolvimento do nosso trabalho e tínhamos a certeza que tudo ia correr muito melhor, dali em diante.
 
Resta-nos dar os parabéns a todos os grupos participantes e desejar-lhes boa sorte para os seus projectos!
 
Cumprimentos,
Até breve!
sinto-me: Feliz! Orgulhoso!
publicado por Tiago Silva às 20:13

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008

Trabalho, trabalho e mais trabalho…

Este fim-de-semana foi de loucos!!! A apresentação para o Concurso Cidades Criativas em Lisboa está mesmo quase a chegar. É já no dia 16!

Estamos a trabalhar para que tudo corra bem e para que a nossa apresentação (devidamente concebida em Power Point, como nos é pedido), seja por todos apreciada, e que consigamos  transmitir em que consiste o nosso projecto, bem como os seus  objectivos!

 

 

Dia 16 de Janeiro, Projecto “Estufa” em acção!!!

sinto-me: Ansiosa =D
publicado por Joana Franca às 00:38

editado por Tiago Silva em 20/01/2008 às 12:31
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 12 de Janeiro de 2008

O que tanto esperávamos!

  

Já são 14h50 do dia 10 de Janeiro e os nervos apertam. Faltam 10 minutos para a reunião com o Presidente e parece que tudo o que tínhamos preparado nos foge da cabeça. Os pés para o nosso projecto andar dependeriam daquela reunião: estava tudo nas nossas mãos. E nas mãos do Presidente!

 

Finalmente chegam as 15h00. Ouvimos uma voz chamar "Projecto Estufa..?" e lá fomos nós. Conduzidos escada acima, fomos levados até à presença do Presidente... e começou a reunião do Tudo ou do Nada.

 

A nosso ver, tudo dependeria daquela reunião, daquele protocolo, mas o Presidente, numa atitude completamente inesperada, disse-nos, numa calma e passividade extraordinária que tudo aquilo era secundário, que o que realmente importava eram as nossas ideias, tudo o que já estava preparado e por preparar! Nesse momento respirámos de alívio, e os horizontes do nosso projecto expandiram-se. Para além de sonhar e acreditar, podíamos, agora, lutar e conquistar!

Contactar patrocínios, entrar na fase do projecto que implica mais responsabilidade, e, por isso a mais divertida, aquela que vai por à prova a nossa força de vontade e capacidade de encontrar obstáculos, saber enfrentá-los e conseguir dar a volta por cima.

 

Durante esta reunião foram abordados vários assuntos:

 

 

·  Decidiu-se não aprofundar muito as origens da estufa, ou seja a componente cultural daquele sítio por dois motivos:

1.      O nosso trabalho é mais prático do que teórico, visto ser, essencialmente, composto por actividades lúdicas

2.      A faixa etária (crianças dos 6 aos 13 anos) a que destinamos o nosso projecto não se iria interessar muito pela história, mas sim pelas brincadeiras, pelo mexer, pelo ver. A nosso ver, a brincar aprende-se!

 

·   Debate sobre as actividades:

 

- Foi aprovada a nossa ideia de pintar e decorar a parede da estufa de forma criativa, conseguindo tapar os actos de vandalismo que lá estão a marcar presença, e também dar um ar mais atractivo à estufa.

                        - Foi-nos dado um contacto que nos pode ajudar no teatro de fantoches, o Sr. Victor Sezinando, coordenador de um grupo de expressão dramática.

 

·  Em relação aos patrocínios:

 

- Uma sugestão foi começar por tentar patrocínios mais pequenos, e se for necessário partir para os mais ambiciosos

- Foram-nos sugeridos outros patrocínios, para além daqueles que já tínhamos em mente

- Fazer orçamentos e listas de materiais para saber o que precisamos de pedir para a realização das actividades

 ·  Sobre as escolas

 

- Disponibilização da carrinha da junta para transportar os alunos desde as escolas até à estufa, caso seja necessário.

sinto-me: Entusiasmada!!!
publicado por Joana Franca às 12:17

editado por Tiago Silva em 20/01/2008 às 12:34
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008

E Quando o Inesperado Acontece?

Como o típico português, deixei algumas prendas de Natal para comprar no próprio dia 24 de Dezembro. Após percorrer meia Lisboa e estando de passagem pela Praça do Comercio, qual não é o meu espanto quando me deparo com o logótipo do Projecto Estufa, no canto de um cartaz publicitário?

 

Incrédulo com o que os meus olhos me mostravam, aproximei-me e pude ler:

 

"Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas"

acompanhado de um logótipo inacreditavelmente parecido com o nosso! "Como é que isto é possível?" perguntei-me, "E agora?".

De regresso às aulas, dia 3, apressámo-nos em ir comunicar esta bizarra coincidência às nossas professoras de Área Projecto. Num misto de surpresa e desolação, optámos pela unica saída viável desta situação: criar um novo logótipo.

O Projecto Estufa tem agora um novo logótipo, um novo rosto, que podem, a partir de hoje, ver no cabeçalho deste mesmo blog. Esperamos que gostem.

 

 

Cumprimentos, até breve.

 

PS: Brevemente postaremos os resultados de um inquérito que estamos a realizar com o intuito de receber um feedback da população local relativamente à nossa ideia da BioWeek.

sinto-me: Com novo look !
tags:
publicado por Tiago Silva às 21:10

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008

Rescaldo de 2007 !

Boas !

O Grupo Estufa espera que todos tenham passado umas boas festas  !

Entramos em 2008 com a moral elevada, animados e satisfeitos, visto termos sido seleccionados para o top 40 dos melhores blogs ! Aproveitamos o momento e informamo-vos da nossa avaliação a A.P. Todos os elementos foram avaliados em 14 valores, ainda que fossem esperadas discrepâncias de pelo menos um valor entre alguns elementos do grupo. Ficámos satisfeitos, mas o 14 não nos chega, e estamos prontos para um periodo de maior sucesso e melhor trabalho!

Até breve,

Cumprimentos do Projecto Estufa

sinto-me: Cheia de energia !
publicado por Andreia Andrade às 23:10

editado por Tiago Silva em 20/01/2008 às 12:36
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

► O Grupo!

► Procure aqui

 

► Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

► Ultimos Posts

BioWeek

A avaliação em falta...

Regresso !

Primavera!!!...na Estufa

Resultados dos Inquéritos

Ponto da situação

Uma Aventura na Vergílio ...

Trabalho, trabalho e mais...

O que tanto esperávamos!

E Quando o Inesperado Aco...

► Arquivos

Junho 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

► tags

todas as tags

► Links

blogs SAPO

► Indíce