Domingo, 1 de Junho de 2008

BioWeek

Olá! Após esta longa ausência, estamos (novamente) de volta. E justificamos esta prolongada inactividade no blog com uma carga de trabalho super complicada de gerir.

 

Ainda que não vos tenhamos mantido a par do que se foi fazendo... serve o presente post para vos dar a conhecer aquilo em que tanto tempo investimos, aquilo por que tanto lutámos, aquilo por que tanto chateámos este ou aquele colaborador, etc.

 

A BioWeek.

 

A nossa semana interactiva para as crianças de Massamá está, finalmente, pronta. Calendários, tarefas, actividades, responsabilidades de cada um... está tudo tratado. Sentimo-nos, agora, prontos para vos apresentar, definitívamente, o produto final do Projecto "Estufa".

 

O que é, então, a BioWeek?

 

A BioWeek será uma semana repleta de actividades para crianças (previamente inscritas) dos Colégios Colibri e Quinta dos Girassóis e da Escola E.B. 2 3 Massamá 2, no jardim da Quinta das Flores, situada em Massamá Norte. Estas actividades, que ocuparão tanto o interior como o exterior do jardim, serão coordenadas pelo grupo e por uma equipa de voluntários formada com o propósito de apoiar o projecto.
 
Através da análise da sua planificação será possível ter uma melhor noção daquilo que se trata. Depois disso, passar-se-á então à explicação detalhada dos seus objectivos concretos.
 
Passamos então a descrever detalhadamente cada uma das actividades constituintes da BioWeek. 
 
 
Visita Guiada
 
Na única actividade a realizar no interior da “Estufa”, será dada a conhecer aos mais novos a flora lá existente. Contudo, o grupo teve em consideração que, sendo o público-alvo crianças, não se poderiam abordar alguns assuntos tão profundamente como por certo faríamos se a faixa etária dos visitantes fosse mais elevada. Assim, os pontos arquitectónicos e naturais mais interessantes serão visitados pelos alunos, intercalados com pequenas actividades interactivas e divertidas, com o intuito de evitar que os alunos fiquem saturados da visita.
 
As actividades acima referidas são as seguintes:
 
- Jogo dos Cheiros
 
Nesta actividade, será proposto aos alunos que identifiquem, através do uso do olfacto, diferentes substâncias presentes na Natureza e no seus dia-a-dia, tais como, a título de exemplo, café, canela, limão e cebola.
 
- Jogo do Tacto
 
À semelhança do Jogo dos Cheiros, neste jogo propor-se-á aos alunos que identifiquem e nomeiem diferentes objectos presentes no seu quotidiano e também na Natureza, de entre os quais podemos referir: relva, giz, arroz, farinha e plasticina.
 
 
Duração: 20 minutos (aproximadamente)
 
 
Cantinho Criativo
 
Por motivos logísticos, esta actividade será realizada nos canteiros situados no espaço envolvente da “Estufa”.
 
Tal como o nome sugere, esta será uma actividade onde as crianças terão espaço para darem asas à imaginação, neste caso, através de expressão plástica. Ser-lhes-ão dadas tintas e azulejos, para pintarem a seu bel-prazer e cujos azulejos, num futuro bastante próximo, servirão para cobrir a parede Norte da “Estufa”, que se encontra actualmente danificada e vandalizada.
 
De todos os azulejos pintados, o grupo escolherá os 3 melhores (um de cada escola participante), oferecendo aos respectivos autores uma t-shirt alusiva à sua vitória no concurso e à escola um “Dicionário Houaiss de Sinónimos e Antónimos”, do Círculo de Leitores.
 
 
Sendo o objectivo do grupo a divulgação da “Estufa” à comunidade, achou-se que o facto de essa parede ter sido melhorada com intervenção das crianças seria um ponto bastante importante no que diz respeito à presença de novos visitantes.
 
Duração: 20 minutos (aproximadamente)
 
 
Jogo da Glória
 
O famoso jogo de tabuleiro à escala humana não poderia deixar de estar presente na BioWeek. Sendo um método bastante utilizado pelas várias áreas disciplinares para promover uma aprendizagem de forma mais divertida e acessível, o Jogo da Glória ajudará também o grupo a passar algumas mensagens importantes aos alunos participantes.
 
Este jogo será a “jóia da coroa” de toda a semana, demorando o dobro do tempo das restantes actividades. Nele, os alunos participarão num jogo de 3 equipas, em que ganha a que chegar mais rapidamente ao final do tabuleiro. Para o fazerem, serão postos à prova respondendo a perguntas sobre as matérias leccionadas nos seus anos lectivos e efectuando outro tipo de actividades mais interactivas como, por exemplo, a resolução de puzzles.
 
A equipa vencedora será premiada com um diploma alusivo à vitória e algumas guloseimas para cada aluno, de forma a aumentar a competitividade pelo primeiro lugar.
 
Duração: 40 minutos (aproximadamente)
 
 
História Educativa
 
De modo a proporcionar momentos mais tranquilos para alunos e respectivos professores, uma das actividades passa por ouvir uma história contada pelo professor Vítor Sezinando.
 
Esta estará, logicamente, relacionada com a Natureza. Embora não esteja ainda definida e delineada com rigor, será, certamente, cativante para todos, tal como as histórias a que o professor Vítor nos tem vindo a habituar.
 
Duração: 30 minutos (aproximadamente)
 
 
Concurso de Espantalhos
 
Para a participação neste concurso, propõe-se a cada turma participante a elaboração de um espantalho. Estes devem ser entregues à chegada da turma à “Estufa”. Todos os espantalhos serão aceites, não havendo qualquer exigência a nível de tamanho, forma, materiais utilizados, etc.
 
Contudo, o grupo achou por bem dar uma dica: os espantalhos feitos de materiais reciclados terão mais probabilidades de ganhar.
 
O prémio para o melhor espantalho de cada escola será uma visita de estudo às instalações do Jardim Botânico de Lisboa.
 
 
Esta actividade é facultativa.

 

sinto-me: Cansado
publicado por Tiago Silva às 14:59

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Março de 2008

A avaliação em falta...

           Penso que neste período contribuí bastante para o avanço do projecto, verificando-se isso na realização de diferentes produtos:

 

  • ­            Elaborei a apresentação em Power Point para o C.C.C;
  • ­            Já comecei a projecção do poster para apresentar ao C.C.C. e na disciplina de Área Projecto;
  • ­            Realização de orçamentos iniciais com os custos que a BioWeek poderia envolver;
  • ­            Elaboração do cartaz para expor na escola no dia do Patrono (7 Março), com informações sobre o grupo e o projecto;
  • ­            Envio de e-mails para eventuais patrocínios (em conjunto com o Tiago);
  • ­            Colocação de posts no blogue;
  • ­            Ideias para a parede criativa (em conjunto com o Tiago).

 

Relativamente ao trabalho desenvolvido por mim neste período, penso que possui uma boa qualidade, também baseando-me nas apreciações feitas pelo resto dos elementos, que são sempre positivas.

 

Neste período, participei mais activamente, visto que o projecto nesta fase exige um maior empenho e esforço da nossa parte, o qual consegui alcançar.

 

A nível de aula, participo com ideias para os temas em discussão, ajudo quando necessitam, e, quando sou coordenadora de grupo (ou a Andreia) tudo corre como previsto e de forma organizada. Participo nas reuniões de grupo para apurar em que ponto se encontra o projecto, ou para a elaboração de alguma tarefa específica. Estou também presente nas reuniões com o Presidente da Junta de Freguesia, bem como nas reuniões com escolas e/ou colégios.

 

Por vezes também me esqueço de levar os materiais necessários para a aula.

 

Relativamente ao meu “espírito derrotista” que muito foi contestado, sinto que neste período melhorei bastante, não sendo este mais um entrave à boa disposição e vontade de trabalhar do grupo.

 

Avaliação final: 17

publicado por Joana Franca às 21:08

editado por Tiago Silva às 21:22
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 19 de Março de 2008

Regresso !

Boas !
Ao fim de quase um mês sem darmos noticias estamos de volta  tem-nos sido difícil conseguir coordenar tanta actividade junta, e assim sendo há umas que vão ficando um pouco mais para trás como aconteceu, infelizmente, com o nosso Blog .
Mas é por isso mesmo que voltamos em força, estamos numa boa fase de trabalho visto que já conseguimos atingir algumas das actividades a que nos propusemos, como por exemplo, a elaboração de um panfleto (que posteriormente será postado) onde divulgamos a BioWeek e ainda damos a conhecer algumas curiosidades da nossa ''Estufa'' .
Mas chegamos ao fim de mais um período, o grupo faz um balanço muito positivo do seu trabalho até ao momento e para o confirmar deixamos aqui as avaliações que o grupo fez para entregar ao professor:
 
- Ana Sofia Vasconcelos
 
            No início desta segunda fase do trabalho, apercebi-me de que o grupo estava um pouco disperso: cada um de nós tinha imensas ideias, contudo não éramos capazes de geri-las tão bem quanto julgávamos.
            Com o passar do primeiro mês, em que já estávamos mais direccionados, tudo foi “entrando nos eixos” e agora estamos a progredir bastante no projecto.
 
            Posto isto, posso começar por enfatizar os pontos mais fulcrais que fazem com que mereça uma nota mais baixa, neste período, em relação aos meus colegas:
 
• não tomei iniciativa sempre que necessário
 
e
 
• a minha participação no blogue foi muito fraca ou inexistente.
 
 
Se a avaliação deste período fosse focada apenas no mês de Fevereiro e no presente mês de Março, diria que a minha nota teria de ser igual à dos restantes membros do grupo, pois:
 
• participei de forma activa na tomada de decisões;
 
• tomei iniciativa sempre que possível;
 
• participei em todas as reuniões de grupo;
 
• fui a todas as aulas de campo;
 
• fiz tudo aquilo que me competia a “tempo e horas”.
 
 
 Como tal não acontece, seria injusto para todos se obtivesse a mesma classificação, pelo que considero que mereço 15 valores pela minha participação no projecto, visto que a avaliação é contínua e, apesar de ter melhorado significativamente a minha actuação, ainda não sou merecedora da mesma apreciação dos restantes colegas.
 
 
- Andreia Andrade
 
Neste segundo período consegui atingir todos os objectivos a que me propus.
Executei diversas tarefas, não tendo nenhuma como especifica, trabalhando com tudo um pouco, ajudei os meus colegas quando necessário e fui sempre apoiada quando necessitei.
 
Ao longo desta segunda fase do projecto, tentamos cumprir a calendarização que foi estruturada no primeiro período, e para que isso se sucedesse foi necessário utilizar diversas estratégias bem como a divisão adequada das tarefas, entre elas pode-se referir:
 
 A postagem no blogue, organização das actividades da BioWeek , realização dos documentos para a apresentar ás entidades que colaboram com o nosso projecto, organização das sessões de trabalho.
 
Posso dizer que participei de forma activa em todas as tarefas anteriormente evidenciadas bem como em todas as actividades extra-aula realizadas pelo grupo, como por exemplo as aulas de campo, efectuadas na “estufa” em que eram recolhidos dados a cerca do local onde iremos intervir directamente.
 
Consegui aproveitar do melhor modo o tempo de aula para a execução das tarefas que me eram atribuídas o que me facilitou bastante pois um dos problemas apresentados pelo grupo no final da primeira fase do projecto foi a má gestão do tempo de aulas.
 
Com isto tudo acho que o meu desempenho enquanto elemento do grupo melhorou, e considero que executo da melhor forma a função de secretária, assim sendo acho que a minha nota deste período deve ser 16 valores.
 
- Tiago Silva
 
            O segundo período foi extraordinariamente gratificante: em oposição ao que aconteceu na primeira fase do projecto, tudo se revelou mais fácil, mais fluido, mais intuitivo. Pelo simples (mas importantíssimo) facto de já termos os nossos objectivos definidos e o nosso rumo traçado, pudemos assegurar uma maior quantidade de trabalho realizado mas, acima de tudo, um aumento da qualidade dos produtos obtidos. Por tudo isto se justifica um aumento das notas por mim propostas para os vários elementos do grupo. Assim, passo às minhas auto e hetero avaliações.
 
            Neste período, como já foi referido, tudo correu pelo melhor, exceptuando o pequeno contratempo relativo ao logótipo do grupo que, graças à Professora Lurdes Fonseca depressa resolvemos, tendo ficado a meu cargo a passagem para formato digital do esboço por ela elaborado. O trabalho por mim desenvolvido foi mais variado que na fase inicial do projecto. O ano civil começou com uma importante apresentação perante os júris do Concurso Cidades Criativas que correu bastante melhor do que aquela feita por nós em princípios de Dezembro do ano anterior na nossa Escola. A minha postura perante o público foi bastante melhor e o conforto e a confiança por mim sentidos foram indícios que reflectiram o estado em que o projecto se encontrava: mais sólido e objectivo. Sendo um dos meus principais medos o confronto com o público, penso que me superei a mim mesmo conseguindo uma participação bastante boa.
 
            Ultrapassada a apresentação aos júris do C.C.C., voltámos a centrar-nos no trabalho. Concretizou-se a distribuição dos inquéritos, tendo sido eu quem realizou o seu levantamento final (tratamento dos dados obtidos pelos restantes elementos, tendo condensado tudo numa tabela com os principais pontos do inquérito e realizado os respectivos gráficos), participou-se em várias reuniões com o Presidente da Junta de Freguesia e numa com a Escola E.B. 1 nº2 de Massamá, nas quais não houve nada de relevante a apontar. Contudo, a preparação dessas reuniões foi assegurada por mim, tendo elaborado os horários da BioWeek sozinho e as esquematizações das actividades a realizar em conjunto com outros elementos do grupo.
 
            Já que mencionei as actividades da BioWeek , aproveito para fazer um levantamento daquelas em que participei mais activamente, sendo elas:
 
- actividades do Jogo da Glória (descriminadas nos anexos);
 
- elaboração de um protótipo do regulamento do concurso de espantalhos
 
e
 
- planificação do futuro visual da parede do topo Norte do interior da “Estufa” que, não sendo essa a ideia inicial, vai ser reparada por nós, com a aplicação dos azulejos a serem pintados pelas crianças no Cantinho Criativo (ver em anexo).
 
            Apesar de ter entregue mais do meu tempo a estas actividades, assegurei-me de que prestava auxilio às minhas colegas que estavam a realizar outras actividades, quando dele precisavam.
 
Retomando então a linha de raciocínio…
 
Em simultâneo com a participação nas várias reuniões que solicitávamos ou éramos convidados a participar elaborei, novamente sozinho, o protótipo do que viria a ser o panfleto a distribuir no Dia do Patrono (e como todas as alterações que sofreu até se atingir o aspecto final), bem como os cartões de identificação para o grupo utilizar na semana de actividades e os cartões que servirão de suporte às perguntas do Jogo da Glória.
 
A comunicação em formato escrito com entidades exteriores ao grupo foi feita por mim em colaboração com outras colegas, sendo sempre realizada via e-mail.
 
A manutenção do blogue, à semelhança do que aconteceu no primeiro período, foi assegurada por mim, com a diferença de que houve uma maior participação ao nível da postagem por parte de outras colegas.
 
No final do período, aquando da elaboração do relatório fui o elemento que mais contribuiu para a elaboração do mesmo, produzindo a praticamente todo o texto, ainda que contando com a ajuda dos restantes elementos do grupo.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Com isto tudo espero que tenham ficado esclarecidos quanto ao contributo de cada um destes 3 elementos. A avaliação em falta será postada mais tarde, visto nao termos acesso à mesma, neste momento.
 
Prometemos notícias em breve e desejamos a todos uma Óptima Páscoa
sinto-me: Animada
publicado por Andreia Andrade às 09:12

editado por Tiago Silva às 20:32
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Primavera!!!...na Estufa

 

'' A porta abriu...cruzamos olhares com tudo o que nos rodeava, especies despidas vestiam-se agora de atractivas e alegres cores...cativante!!! Andámos,percorremos os mesmos caminhos de sempre, mas,tudo nos parecia novo, como se algo surgisse: o despertar Natural, a Vida...afinal tudo o que viamos  era somente o fruto do tempo. ''

Olá !!!

Pois é que ao que parece a nossa ''Estufa'' foi invadida pela Primavera mais cedo !

 

Era só mais uma visita, algo de tão natural, visto que todos os recantos daquele espaço eram já por nós conhecidos.

É Inverno. Sabiamos á partida com o que nos iriamos deparar: verde,só e apenas a cor verde, reflectida nos cursosa e lagos de água. Mas então surge o inesperado: aqui e ali, povoando de cor, não verde...outras,cores quentes, rosas, laranjas, amarelos.

Numa árvore, num ramo, na terra havia flores, frutos, toda a envolvência que a Primavera nos dá...num dia de Inverno.

 

 

 

 

Relato feito por: Andreia Andrade e Joana Franca.

 

sinto-me: Inspiradas
tags:
publicado por Andreia Andrade às 12:23

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 2 de Fevereiro de 2008

Resultados dos Inquéritos

Finalmente está concluida a distribuição e recolha dos 95 inquéritos efectuados ao longo deste mês. Com eles, foi-nos possível perceber o que estava a falhar na nossa comunidade, os motivos pelos quais a estufa não tem o aproveitamento que nós sabemos ser possivel ter...

 

Passamos a apresentar os resultados obtidos.

 

 

Visto que 78% dos inquiridos ainda não visitaram a estufa e, na maior parte dos casos, a justificação foi "Falta de interesse", o nosso trabalho revela-se, assim, mais do que pertinente.

 

Contudo, ainda que muitos não a tenham visitado, 92% das pessoas inquiridas acham que se justificava um investimento de tempo, recursos e trabalho naquele local, e que seria um ponto de interesse em Massamá.

 

Quanto ao nosso projecto em particular, 80% das pessoas deram-nos respostas bastante positivas (40% classificaram-no de Muito Bom, e outros 40% de Bom), o que nos incentiva ainda mais a levar as nossas ideias para a frente, a lutar por uma Massamá melhor!

 

Cumprimentos a todos!

sinto-me: Mais informado!
publicado por Tiago Silva às 13:02

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

Ponto da situação

Boas!

 

Depois da adrenalina experimentada na ida à Escola Secundária Virgílio Ferreira, voltamos de novo ao nosso trabalho que tem sido tudo menos rotineiro.

Surgem-nos diariamente tantas ideias que para as podermos aproveitar a todas temos que nos esforçar ainda mais do que o habitual.

Não é fácil conjugar tanta coisa ao mesmo tempo, damos por nós a debater três assuntos diferentes na mesma conversa, tentando sempre conciliar o ponto de vista de cada um e anotando sempre as várias opiniões que nos sugerem.

Ao longo destas semanas decidimos realizar um inquérito, cujos resultados serão, em seguida, divulgados, para conseguirmos perceber qual o conhecimento que as pessoas possuem em relação ao nosso local de trabalho, e sem sombra de dúvidas percebemos que temos muito que fazer, muito que divulgar, porque muitos desconhecem aquele local, e outros, ainda mais grave ainda, não nutrem qualquer espécie de interesse. Nós simplesmente consideramos que a “Estufa” está adormecida, aguardando alguém que a desperte e anime.

 

‘’ Assim como algo que existe, que vive mas que somente está tão no seu sítio que ninguém se dá conta que ele está ali. ‘’

 

É esta a perspectiva através da qual muitas pessoas vêm aquele espaço, perspectiva essa que queremos alterar, para que a nossa ‘’Estufa’’ passe a fazer parte do dia a dia do cidadão de Massamá.

 

Estamos cada vez mais próximos de atingirmos os nossos objectivos, tendo já começado a preparar os nossos panfletos e o nosso poster!

 

Até breve =)

sinto-me: Orientada
publicado por Andreia Andrade às 21:01

editado por Tiago Silva em 30/01/2008 às 14:11
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

Uma Aventura na Vergílio Ferreira

"A conta, por favor."
 
Foram estas as últimas palavras proferidas com descontracção. Após o término do almoço, sabíamos o que se iria passar: chegara a altura de apresentar o nosso projecto aos júris do C.C.C..
 
Saímos do restaurante em terras que nos eram relativamente desconhecidas. Avançamos um quarteirão, dois, no máximo, e encontramos a Escola Secundária com 3º Ciclo do Ensino Básico Vergílio Ferreira. Quais forasteiros, ficámos, hesitantes, em frente ao portão, até que uma voz do outro lado, um pouco alta demais e quase cantada nos gritou: "Empurrem! Está abertaaa!". Ao fazê-lo, deparámo-nos com o corpo da tal voz: pela indumentária, percebemos imediatamente que se tratava do porteiro da escola que, gentilmente, nos encaminhou para onde se realizaria o tão esperado CCC on the Road. Abrimos a porta de vidro em frente da qual fomos deixados, e deparámo-nos com uma biblioteca escolar incrivelmente moderna e estimada, com vários alunos a ler, a escrever e a utilizar os diversos computadores da divisão.  Dirigimo-nos à bibliotecária, a qual nos informou que havíamos sido os primeiros a chegar, pelo que deveríamos aguardar um pouco.
 
Sentámo-nos, no hall da biblioteca. Algo nervosos, começámos a rir demais, quase sem motivo, ansiosos pela chegada de mais alguém. A sensação de estarmos sozinhos perante o júri era realmente aterradora.
 
Um quarto de hora depois, ou até mais, apareceu um grande grupo de jovens. Pensámos que seriam uma turma da escola de visita à biblioteca. Contudo, desceram as escadas para a sala onde seriam feitas as apresentações dos projectos. Trocámos olhares entre nós e, sem dizermos uma palavra, fomos atrás.
 
E foi este o momento do primeiro choque. Uma sala enorme, comprida,  com mais de uma centena de lugares, com um palco intimidante numa das pontas! Era ali que íamos expor o nosso trabalho.
 
Não estando minimamente preparados para uma apresentação para alunos, colegas de concurso, que nos eram totalmente estranhos, arrependemo-nos de ter desejado a chegada de mais alguém...
 
Enfim, nada havia a fazer. Mal nos sentámos, foi de imediatamente solicitada a presença de um dos elementos do grupo no tal palco, para ir gravar as apresentações no computador onde iriam correr as apresentações em formato Power Point. Fui eu o "sacrificado". A sensação não podia ter sido mais constrangedora: tinha-se uma perspectiva inexplicavelmente alta da sala. Senti-me mais exposto que um manequim numa montra de uma loja.
 
Quando chegou a minha vez de gravar a nossa apresentação no computador e me identifiquei como sendo do Projecto Estufa, a sensação melhorou. Recebi, por parte do elemento do CCC que estava presente um elogio, dizendo que o nosso projecto era muito bom e interessante!
 
De regresso ao meu lugar, fui informado pelas minhas colegas que todos os participantes que ali estavam eram amigos e da mesma turma. Éramos os únicos "estranhos" ali.
 
E começaram as apresentações... Odifuturo... Odigarden...
 
"-Projecto Estufa." Por mais que as pernas nos tremessem, nada havia a fazer. Chegara a hora...
 
...e não podia ter corrido melhor! Safámo-nos lindamente, superámos, de longe, a apresentação que tínhamos feito no final do período na nossa escola! Conseguimos cativar a plateia com um à-vontade que até nos deixou surpreendidos. Ficámos super-orgulhosos e ainda mais motivados!
 
Regressámos ao lugar e ouvimos um "Parabéns" aqui, vimos um polegar no ar ali... todos pareciam ter gostado! Ouvimos as restantes apresentações com um sorriso na cara, pois era uma conquista destas que precisávamos para impulsionar o desenvolvimento do nosso trabalho e tínhamos a certeza que tudo ia correr muito melhor, dali em diante.
 
Resta-nos dar os parabéns a todos os grupos participantes e desejar-lhes boa sorte para os seus projectos!
 
Cumprimentos,
Até breve!
sinto-me: Feliz! Orgulhoso!
publicado por Tiago Silva às 20:13

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008

Trabalho, trabalho e mais trabalho…

Este fim-de-semana foi de loucos!!! A apresentação para o Concurso Cidades Criativas em Lisboa está mesmo quase a chegar. É já no dia 16!

Estamos a trabalhar para que tudo corra bem e para que a nossa apresentação (devidamente concebida em Power Point, como nos é pedido), seja por todos apreciada, e que consigamos  transmitir em que consiste o nosso projecto, bem como os seus  objectivos!

 

 

Dia 16 de Janeiro, Projecto “Estufa” em acção!!!

sinto-me: Ansiosa =D
publicado por Joana Franca às 00:38

editado por Tiago Silva em 20/01/2008 às 12:31
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 12 de Janeiro de 2008

O que tanto esperávamos!

  

Já são 14h50 do dia 10 de Janeiro e os nervos apertam. Faltam 10 minutos para a reunião com o Presidente e parece que tudo o que tínhamos preparado nos foge da cabeça. Os pés para o nosso projecto andar dependeriam daquela reunião: estava tudo nas nossas mãos. E nas mãos do Presidente!

 

Finalmente chegam as 15h00. Ouvimos uma voz chamar "Projecto Estufa..?" e lá fomos nós. Conduzidos escada acima, fomos levados até à presença do Presidente... e começou a reunião do Tudo ou do Nada.

 

A nosso ver, tudo dependeria daquela reunião, daquele protocolo, mas o Presidente, numa atitude completamente inesperada, disse-nos, numa calma e passividade extraordinária que tudo aquilo era secundário, que o que realmente importava eram as nossas ideias, tudo o que já estava preparado e por preparar! Nesse momento respirámos de alívio, e os horizontes do nosso projecto expandiram-se. Para além de sonhar e acreditar, podíamos, agora, lutar e conquistar!

Contactar patrocínios, entrar na fase do projecto que implica mais responsabilidade, e, por isso a mais divertida, aquela que vai por à prova a nossa força de vontade e capacidade de encontrar obstáculos, saber enfrentá-los e conseguir dar a volta por cima.

 

Durante esta reunião foram abordados vários assuntos:

 

 

·  Decidiu-se não aprofundar muito as origens da estufa, ou seja a componente cultural daquele sítio por dois motivos:

1.      O nosso trabalho é mais prático do que teórico, visto ser, essencialmente, composto por actividades lúdicas

2.      A faixa etária (crianças dos 6 aos 13 anos) a que destinamos o nosso projecto não se iria interessar muito pela história, mas sim pelas brincadeiras, pelo mexer, pelo ver. A nosso ver, a brincar aprende-se!

 

·   Debate sobre as actividades:

 

- Foi aprovada a nossa ideia de pintar e decorar a parede da estufa de forma criativa, conseguindo tapar os actos de vandalismo que lá estão a marcar presença, e também dar um ar mais atractivo à estufa.

                        - Foi-nos dado um contacto que nos pode ajudar no teatro de fantoches, o Sr. Victor Sezinando, coordenador de um grupo de expressão dramática.

 

·  Em relação aos patrocínios:

 

- Uma sugestão foi começar por tentar patrocínios mais pequenos, e se for necessário partir para os mais ambiciosos

- Foram-nos sugeridos outros patrocínios, para além daqueles que já tínhamos em mente

- Fazer orçamentos e listas de materiais para saber o que precisamos de pedir para a realização das actividades

 ·  Sobre as escolas

 

- Disponibilização da carrinha da junta para transportar os alunos desde as escolas até à estufa, caso seja necessário.

sinto-me: Entusiasmada!!!
publicado por Joana Franca às 12:17

editado por Tiago Silva em 20/01/2008 às 12:34
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008

E Quando o Inesperado Acontece?

Como o típico português, deixei algumas prendas de Natal para comprar no próprio dia 24 de Dezembro. Após percorrer meia Lisboa e estando de passagem pela Praça do Comercio, qual não é o meu espanto quando me deparo com o logótipo do Projecto Estufa, no canto de um cartaz publicitário?

 

Incrédulo com o que os meus olhos me mostravam, aproximei-me e pude ler:

 

"Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas"

acompanhado de um logótipo inacreditavelmente parecido com o nosso! "Como é que isto é possível?" perguntei-me, "E agora?".

De regresso às aulas, dia 3, apressámo-nos em ir comunicar esta bizarra coincidência às nossas professoras de Área Projecto. Num misto de surpresa e desolação, optámos pela unica saída viável desta situação: criar um novo logótipo.

O Projecto Estufa tem agora um novo logótipo, um novo rosto, que podem, a partir de hoje, ver no cabeçalho deste mesmo blog. Esperamos que gostem.

 

 

Cumprimentos, até breve.

 

PS: Brevemente postaremos os resultados de um inquérito que estamos a realizar com o intuito de receber um feedback da população local relativamente à nossa ideia da BioWeek.

sinto-me: Com novo look !
tags:
publicado por Tiago Silva às 21:10

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

► O Grupo!

► Procure aqui

 

► Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

► Ultimos Posts

BioWeek

A avaliação em falta...

Regresso !

Primavera!!!...na Estufa

Resultados dos Inquéritos

Ponto da situação

Uma Aventura na Vergílio ...

Trabalho, trabalho e mais...

O que tanto esperávamos!

E Quando o Inesperado Aco...

► Arquivos

Junho 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

► tags

todas as tags

► Links

► Benvindo! É o visitante número...

free counter
online slots
blogs SAPO

► Indíce